DEJA-VU

  • segunda, 02 maio 2022 00:00
CSA sofre derrota para o Vasco em São Januário CSA sofre derrota para o Vasco em São Januário Morgana Oliveira - ASCOM CSA

Novamente pecando nas finalizações, CSA sofre gol na reta final e perde para o Vasco por 1 a 0

Por Alberto Oliveira

Uma história que se repete: o CSA consegue construir oportunidades mas não tem a capacidade para definir as oportunidades criadas em gol. Neste cenário, o CSA desperdiçou pelo menos duas das mais claras oportunidades na partida e viu o Vasco ‘encontrar’ um gol após montar uma pressão após os 25 minutos da etapa final.

Gabriel Pac foi o autor do gol do Vasco dando ao time cruz-valtino uma vitória por placar mínimo diante do time azulino.

Com a derrota, o CSA segue estacionado em seis pontos e ocupa a 15ª colocação, mas poderá até fechar a rodada na zona de rebaixamento. Já o Vasco com a vitória chegou aos 10 pontos e cola no G4 ocupando a 5ª posição na tabela de classificação.

Na próxima rodada, o CSA enfrentará o Operário (PR), no sábado, 14, ás 20h30, no Estádio Rei Pelé. Já o Vasco irá encarar o Bahia, no próximo domingo

O jogo começou com o CSA tentando permanecer com a bola nos pés, mas não conseguia muita penetração no sistema defensivo do time vascaíno. Por sua vez, o Vasco buscava ser mais vertical. E o primeiro lance de perigo na partida foi do time carioca.

Em uma cobrança de falta de Nenê, aos nove minutos, o goleiro Marcelo Carné fez a primeira grande defesa da partida. A cobrança foi muito bem feita e o camisa 31 do CSA teve que se virar para espalmar e evitar o primeiro gol do Vasco.

O CSA só deu uma resposta aos 29 minutos. Contra-ataque do time azulino, Lucas Barcelos arrancou com a bola dominada na situação de dois contra um, Lucas optou por finalizar direto e ao chutar em cima de Thiago Rodrigues, o ex-goleiro azulino fez a defesa. O passe lateral poderia ter um melhor desfecho.

O time azulino voltou a assustar aos 35 minutos. Novamente Lucas Barcelos arrancou após o CSA roubar a bola e na hora de chutar, a bola desviou na defesa e tirou a força facilitando a defesa do Thiago Rodrigues.

O Vasco só voltou a incomodar aos 42 minutos. O lateral Gabriel Dias cruzou uma bola venenosa, mas que passou sem ninguém tocar. Já no outro lado, Gabriel Pec levantou novamente na área e o próprio Dias cabeceou para defesa de Marcelo Carné.

O segundo tempo da partida começou com um ritmo ainda mais lento e sem oportunidades de gol. O primeiro lance de perigo veio aos 13 minutos. Nenê acionou o artilheiro Raniel pelo lado da área e ele chuta rasteiro,  o zagueiro Lucão afastou parcialmente.

O CSA tentou chegar pela primeira vez, aos 21 minutos quando Lucas Barcelos tentava em um contra-ataque chegar ao gol, mas perdeu na tentativa do drible para o lateral Edimar.

O Vasco iniciou uma pressão. Aos 24 minutos, Gabriel Pec chutou de fora da área e Marcelo Carné fez uma boa defesa. No minuto seguinte, Edimar cruzou e Figueiredo cabeceou para uma nova defesa de Carné. Mais aos 28 minutos, não teve jeito. Figueiredo arriscou de fora da área, a bola chegou a explodir na trave e no rebote, Gabriel Pec apenas empurrou para o gol, abrindo o marcador: Vasco 1 x 0 .

Em desvantagem, o CSA saiu para buscar o empate. Três minutos depois do gol sofrido, o CSA teve mais uma oportunidade. Osvaldo encontrou Dalberto dentro da área, ele chutou rasteiro e Thiago Rodrigues defendeu com os pés.

Depois disto, o Vasco não queria mais o jogo e o CSA não teve forças para construir novas oportunidades.

Vasco 1 x 0 CSA

Campeonato Brasileiro – Série B – 6ª Rodada

Local: Estádio de São Januário (Rio de Janeiro -RJ)

Árbitro: Douglas Marques das Flores (CBF-SP)

Árbitro Assistente 1: Alex Ang Ribeiro (CBF-SP)

Árbitro Assistente 2: Fabrini Bevilaqua Costa (FIFA-SP)

4º Árbitro: Bruno Mota Correia (CBF-RJ)

Árbitro VAR: Rafael Traci (CBF-SC)

Árbitro Assistente VAR: Johnny Barros de Oliveira (CBF-SC)

Renda: R$ 523.942,00   Público: 16.097 torcedores (com 15.447 pagantes)

Cartões Amarelos: Yuri, Andrey Santos, Thiago Rodrigues (Vasco) Didira (CSA)

Expulsões: Bruno Nazário (Vasco)

Gols: Gabriel Pac (Vasco) 28’ do 2º tempo

 

Thiago Rodrigues, Gabriel Dias, Quintero, Anderson Conceição e Edimar; Yuri, Andrey Santos (Juninho) e Nenê (Palacios); Gabriel Pec (Liuz Henrique), Getúlio (Figueiredo) e Raniel

Técnico: Zé Ricardo

Marcelo Carné, Igor, Werley, Lucão e Diego Renan; Geovane (Ernandes), Giva Santos e Didira (Gabriel); Lourenço (Yan Rolim) , Marco Túlio (Osvaldo) e Lucas Barcelos (Dalberto)

Técnico: Mozart

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.