BOM SEM GOLS

  • segunda, 28 setembro 2020 00:00
CRB e América-MG fizeram um bom jogo apesar do placar sem gols CRB e América-MG fizeram um bom jogo apesar do placar sem gols Ailton Cruz - Gazeta de Alagoas

CRB e América empatam sem gols em jogo com segundo tempo frenético e de ‘trocação aberta’

 Por Alberto Oliveira

Fotos: Ailton Cruz - Gazeta de Alagoas

 

 

 Se o grande momento do futebol é o gol, uma partida sem gol pode ser um bom jogo? A resposta para esta pergunta, na maioria dos casos, seria não. Mas para o jogo CRB e América que abriu a 12ª rodada da Série B, na noite desta segunda-feira, no Estádio Rei Pelé, a resposta seria diferente.

CRB e América-MG empataram sem gols mas proporcionaram um jogo aberto, com as duas equipes buscando situações no aspecto ofensivo e com 28 finalizações, sendo divididas de forma equitativa: 14 para cada equipe. Após um tempo inicial aberto, mas morno, o jogo pegou fogo no tempo final e por pouco não tivemos a rede balançando. Neste quesito destaque para Pablo Dyego, que fez sua estreia com a camisa do CRB, incomodou o goleiro Matheus Cavichioli. No lado do Coelho, o volante Juninho e o atacante  Ademir foram as principais peças a criarem situações que incomodaram o goleiro Edson Mardden.

O empate fez o CRB chegar aos 17 pontos ocupando a 8ª posição na tabela de classificação. Já o América chegou aos 19 pontos e temporariamente passou a integrar o G4 na 4ª posição.

Na 13ª rodada, o CRB receberá o Avaí, na próxima sexta-feira, 19h15, no Rei Pelé. Já o América-MG enfrentará o Guarani, no sábado, 3, ás 11h.

O jogo

Com Léo Gamalho em campo, o CRB começou buscando as ações do jogo. Com o artilheiro em campo, Léo Gamalho chutou aos três minutos mas Matheus Cavichioli fez a defesa, sem dar rebote.

O América pouco conseguia criar e finalizar. O primeiro lance de perigo veio apenas aos 17 minutos quando Alê dominou pelo corredor esquerdo e com precisão alçou na área, a bola passou perto, nem Marcelo Toscano, nem Léo Passos tocam na bola e Edson Mardden faz a defesa.

A partir dos 20 minutos, o América-MG descobriu o ‘mapa da mina’. Reginaldo Lopes desde o começo do jogo recebia atendimento, massagem na parte posterior da coxa direita. O jogador que tem muita força parecia não ter o mesmo momento de explosão. Em pelo menos quatro lances, Reginaldo parecia não estar com segurança para dar o bote e permitiu que o América insistisse pelo lado direito defensivo do CRB. Na principal oportunidade, Juninho fez grande jogada, costurou pelo corredor direito da defesa do Galo e tocou para Léo Passos tentar a finalização, mas Hugo fez uma ótima cobertura e evitou uma chegada mais forte do Coelho.

No lance seguinte, o CRB quase faz um ‘auto-gol’ como se diz em Portugal. Após uma tabela entre Sávio e Felipe Azevedo, Reginaldo Júnior tenta afastar e joga contra a própria meta, assustando o goleiro Edson Mardden.

Sem maiores emoções, assim terminou o primeiro tempo. Foram dez finalizações, cinco para cada equipes, mas só o CRB acertou uma no gol.

No começo da etapa final, o primeiro lance de perigo foi aos sete minutos, quando Diego Torres acertou um lindo chute e a bola passou assustando o goleiro Matheus Cavichioli. E claramente,  o jogo melhorou no 2º tempo. O estreante Pablo Dyego deu trabalho e apresentou um cartão de visita indigesto quando aos 11 minutos soltou um petardo e obrigou o goleiro do américa a fazer uma grande defesa. Com o jogo franco, a resposta do América foi imediata. Após uma jogada muito bem articulada com velocidade e precisão nos passes, Felipe Azevedo finalizou e Edson Mardden fez a defesa.

O Coelho seguiu criando e usando a velocidade para quase abrir o marcador. Aos 19 mnutos foi a vez de Ademir finalizar com muito perigo e gelar a espinha do torcedor do CRB. Mas o estreante Pablo Dyego não queria deixar por menos e aos 25 minutos finalizou novamente e mais uma vez o goleiro do time mineiro precisou intervir.

Com uma blitz do América e um momento de ‘apagão’ do sistema defensivo do CRB, o Coelho quase abre o marcador em dois lances seguidos. Primeiro novamente com Ademir que chutou e a bola passou muito perto do gol defendido por Mardden e depois com Zé Ricardo que chegou a acertar o alvo, mas Mardden fez a intervenção. Já na reta final foi a vez o lateral Hugo criar uma situação individual, bateu no ângulo para uma última boa defesa de Matheus Cavichioli. Era o último lance do jogo e que terminava em 0 a 0.

Ficha Técnica

CRB 0  x 0 América-MG

Campeonato Brasileiro – Série B – 12ª Rodada

Local: Estádio Rei Pelé (Maceió-AL)

Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (CBF-RJ)

Árbitro Assistente 1: Andrea Izaura Maffra Marcelino (CBF-RJ)

Árbitro Assistente 2: Thiago Gomes Magalhães (CBF-RJ)

4º Árbitro: Jonata de Souza Gouveia (CBF-AL)

Cartões Amarelos: Gum (CRB)

Equipes:

CRB: Edson Mardden, Reginaldo Lopes, Gum (Xandão), Reginaldo Júnior e Hugo; Claudinei (Carlos Jatobá) e Moacir; Magno Cruz (Iago Dias) Diego Torres e Luidy(Pablo Dyego); Léo Gamalho

Técnico: Marcelo Cabo

América-MG: Matheus Cavichioli, Diego Ferreira, Messias, Eduardo Bauerman e Sávio; Zé Ricardo, Juninho e Felipe Azevedo (Neto Berola); Léo Passos (Ademir), Marcelo Toscano (Vitão) e Alê

Técnico: Lisca Doido

 

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.