DEMITIDO!

  • sexta, 18 setembro 2020 00:00
Segunda passagem de Argel durou apenas 18 dias e 4 jogos Segunda passagem de Argel durou apenas 18 dias e 4 jogos Reprodução / CSA TV

Argel Fuchs é demitido do CSA 18 dias depois de ser contratado

 

 Por Rodrigo Rocha

 

Argel Fuchs não é mais técnico do CSA. O agora ex-técnico do Azulão foi demitido no fim da noite da última quinta-feira (17), após reunião da diretoria azulina, que decidiu pela não permanência de Argel. A notícia da demissão foi divulgada através de uma nota oficial emitida pelo CSA em suas redes sociais e também em seu site oficial.

“A diretoria do Centro Sportivo Alagoano comunica que Argel Fuchs não é mais o treinador do clube. O auxiliar-técnico Adriano Rodrigues comanda o treinamento desta sexta-feira e a partida contra o Cruzeiro, marcada para sábado (19), pela Série B”, informa a nota.

A segunda passagem de Argel Fuchs pelo CSA durou apenas 18 dias. Ele foi contratado em 31 de agosto, logo após a derrota para o CRB por 2 a 0, pela 6ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, assumindo o lugar do então técnico Eduardo Baptista. Ele comandou o CSA em quatro jogos, mas não venceu nenhum deles. Foram três derrotas (América-MG, Oeste e Cuiabá) e um empate (Confiança), resultando num baixíssimo aproveitamento de 8,33%.

POLÊMICAS

Segundo o próprio Argel, o presidente do CSA, Rafael Tenório, foi quem entrou em contato com ele às 2h da manhã (do dia 31 de agosto) e o convidou para retornar ao clube, o que foi prontamente aceito pelo técnico, que desembarcou em Maceió poucas horas depois e foi recebido justamente por Tenório. Quem não gostou da notícia da volta de Argel foi a torcida, que não esqueceu a ida do técnico para o Ceará em novembro de 2019, restando apenas três jogos para o fim da Série A. No fim do Brasileirão o CSA acabou rebaixado, enquanto o Ceará permaneceu, mesmo sem Argel ter conseguido vencer um jogo sequer pelo Vovô.

O descontentamento com o retorno de Argel foi enorme. Muitos torcedores se manifestaram contra através das redes sociais, criticando inclusive o presidente Rafael Tenório pela escolha. Durante o treino da tarde do dia 31 de agosto, um grupo de torcedores foi até o CT do clube para protestar, exigindo a presença de Tenório para que o mesmo explicasse a decisão de trazer Argel de volta. O presidente foi até os torcedores e disse que Argel era o melhor para o CSA naquele momento. Tenório disse ainda que “as mesmas pessoas que estão criticando vão aplaudir o Argel, quando ele reverter essa situação”, mas isso não aconteceu e Argel foi demitido.

Porém Argel tem contrato assinado com o CSA até o dia 31 de janeiro de 2021, e isso pode ser um problema a mais para o CSA, visto que teria que arcar com a multa rescisória do treinador. Mesmo após a nota oficial comunicando sua demissão, Argel disse que ainda aguarda o contato de Rafael Tenório para que as coisas sejam de fato esclarecidas.

 

 

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.