QUESTÃO FÍSICA

  • quinta, 17 setembro 2020 00:00
Argel diz que condição física do CSA é o grande problema do time Argel diz que condição física do CSA é o grande problema do time Reprodução / CSA TV

Argel diz que má condição física do CSA contribuiu para queda de rendimento no 2º tempo

 

Por Rodrigo Rocha

O técnico do CSA, Argel Fuchs, concedeu entrevista coletiva após a derrota de virada por 2 a 1 para o Cuiabá, na noite da última quarta-feira (16) no estádio Rei Pelé. O jogo foi válido pela 3ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, adiado à época por causa do surto de covid 19 que o CSA sofreu em agosto. O comandante azulino falou sobre os dois tempos antagônicos feitos pelo CSA durante o jogo, no qual encurralou o Cuiabá no primeiro tempo, mas foi completamente dominado pelo Dourado na etapa Final.

“Nós temos que pensar que fizemos uma boa primeira etapa. Conseguimos um bom jogo, poderíamos ter feito 2 a 0. O adversário acabou tendo uma chance e conseguiu fazer o gol. Nós tivemos treze finalizações, o adversário teve uma e acabou fazendo o seu gol. E (no segundo tempo) nós não tivemos sustentação física. Nossa equipe ainda está mal fisicamente. Tem jogador que está há muito tempo sem jogar. Precisamos melhorar a parte física do time”, disse Argel.

Mesmo saindo novamente derrotado, Argel ressaltou pontos positivos no estilo de jogo feito pelo CSA, principalmente durante o Primeiro tempo, mas voltou a tocar no assunto da parte física. “Mostramos uma equipe organizada, que propõe o jogo. Não fomos uma equipe reativa, mas uma que tocou a bola e envolveu o adversário. Começamos muito bem, mas não conseguimos sustentar a intensidade no segundo tempo”, completou o técnico.


CSA foi derrotado de virada para o Cuiabá por 2 a 1 nessa quarta-feira no Rei Pelé - Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

Esse foi o quarto jogo de Argel à frente o CSA, o quarto com uma escalação diferente. Sobre isso, o treinador afirmou que o Azulão ainda procura a melhor formação para se reerguer dentro da Série B do brasileirão. “ Ainda estamos em busca da equipe titular. Temos jogadores para estrear e estamos dando oportunidades a vários jogadores. Acredito que no próximo jogo vamos ter o Pedro Lucas e, quem sabe, o Bustamante também. Mas esse é o caminho. Os jogadores estão se entregando muito”, falou Argel.

Questionado justamente sobre uma possível equipe titular, Argel Fuchs explicou que há jogadores que estão se destacando, mas que ainda está em busca do onze ideal. “Já temos uma espinha dorsal. Pedro (Júnior), Paulo (Sérgio), (Rodrigo) Pimpão, Cedric, Márcio Araujo, Yago, Alan Costa, O próprio Rafinha. Estreamos o Goleiro (Matheus Mendes), que fez um treino, mas trouxe tranquilidade e confiança. Temos a base definida, mas vamos mexer em duas, três peças no máximo e procurar manter”, concluiu.

Agora o CSA volta as atenções para o confronto de sábado, contra o Cruzeiro, às 21h, no estádio Rei Pelé. Só a vitória interessa para o time, que tenta de todas as formas encerrar o jejum de sete jogos sem vencer e sair da zona de rebaixamento da Série B.

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.