LANTERNINHA

  • domingo, 13 setembro 2020 00:00
CSA perdeu para o Oeste, de virada, em Barueri, e está na lanterna da Série B CSA perdeu para o Oeste, de virada, em Barueri, e está na lanterna da Série B Ascom/Oeste

CSA perde para o Oeste por 2 a 1, chega ao 6º jogo sem vencer e cai para última posição da Série B

Por Isaac Simões

O CSA é o novo lanterna da Série B do Campeonato Brasileiro. Sob um forte calor em Barueri-SP, o Azulão perdeu para o Oeste por 2 a 1, de virada, na manhã deste domingo (13), na Arena Barueri, foi ultrapassado pelo Rubrão na tabela e agora é o último colocado da 2ª Divisão Nacional. Pedro Júnior, aos 44 minutos do primeiro tempo, abriu o placar para os alagoanos. Mas, Luan, aos 48, e Salomão já na etapa final garantiram os três pontos para o time paulista.

A derrota não só coloca o CSA na última posição do Brasileiro, com 4 pontos, como também aumenta a crise dentro do clube, que completou o sexto jogo consecutivo sem vencer na Segundona. A última e única vitória maruja na competição aconteceu há mais de um mês, quando o Azulão – ainda comandado por Eduardo Baptista – bateu o Guarani por 1 a 0, na estreia, no dia 8 de agosto, em Maceió.

A situação na tabela só não é pior, porque o CSA ainda possui dois jogos atrasados devido ao surto de Covid-19 no clube no início da Série B. O primeiro, inclusive, já ocorre na próxima quarta-feira (16), às 19h15, no Rei Pelé, diante do Cuiabá. O segundo será contra a Chapecoense, mas ainda segue sem data definida. Caso vença essas duas partidas, o Azulão poderá dar um salto na classificação, chegando próximo do décimo colocado.

Em contrapartida, o Oeste pôs um fim ao jejum de vitórias que já durava seis meses (a última havia sido em 13 de março, por 3x0, sobre o Botafogo-SP, ainda pelo Paulistão), chegou aos seis pontos e assumiu a 18ª posição na tabela. O Rubrão volta a campo no próximo sábado (19). Coincidentemente o adversário também será o Cuiabá, em jogo marcado para às 16h30, na Arena Pantanal.


Rafinha teve atuação apagada diante do Oeste em Barueri - Foto: Alex Caús/Oeste F.C

Vacilo

O CSA se comportou bem na maior parte do primeiro tempo em Barueri. Apesar de passar os 45 minutos iniciais com pouca posse de bola, o Azulão estava bem postado dentro do campo de jogo e conseguiu criar algumas situações pelo lado direito de ataque, muito pela movimentação e troca de passes entre Nadson, Pedro Júnior e o estreante Paulo Sérgio, porém, pecava na hora de concluir as jogadas.

A primeira chance do jogo saiu cedo, aos 3 minutos e demonstrou qual deveria ser a maior preocupação maruja na partida: a bola aérea. Mazinho cobrou o escanteio no primeiro pau, Luan se antecipou a Pedro Júnior e testou firme, mas Bruno Grassi, atento, espalmou.

Sem muita criatividade no meio-campo, o Oeste rodava a bola, mas não conseguia penetrar. O CSA, por sua vez, também seguia sem levar perigo ao goleiro Glauco e a partida se destacava pelo número de faltas das duas equipes. Foram 14 só na primeira etapa e 4 cartões amarelos.

O futebol voltou a aparecer aos 36’, quando finalmente o Azulão encontrou a direção da meta. Paulo Sérgio recebeu de Cedric no lado esquerdo de ataque, arriscou de longe, mas Glauco encaixou firme. Aos 42’, em um raro momento de infiltração azulina, Pedro Júnior entrou na área, fez o corte em Yuri e caiu. O árbitro apontou a penalidade. O próprio camisa 19 foi para a cobrança e, com muita categoria, bateu firme, à meia altura, no canto direito de Glauco, que se esticou, mas não evitou o gol do CSA. 1x0, aos 44 minutos.

O gol acordou o Oeste, que impôs mais velocidade em seu ataque. Aos 46’, Mazinho disputou bola com Nadson dentro da área e finalizou. A bola resvalou na mão do jogador do CSA, mas apesar das reclamações do Rubrão, o árbitro nada marcou. Mas nem precisou, porque no lance seguinte, o próprio Mazinho cruzou pela direita, Caio Felipe não percebeu a entrada de Luan no segundo pau, e o atacante testou bonito no contrapé de Bruno Grassi para igualar o marcador: 1x1.


Zagueiro Luciano Castán foi o capitão do CSA, neste domingo - Foto: 
Alex Caús/Oeste F.C

SUFOCO E VIRADA

Na etapa final, Argel colocou Victor Paraíba no lugar de Nadson. O CSA piorou a movimentação no meio-campo e foi castigado pelo Oeste durante os minutos iniciais. Com apenas 26 segundos, Bruno Lopes arrancou pelo corredor central e soltou uma pancada da intermediária, obrigando Bruno Grassi a encaixar. Aos 8’, Mazinho recebeu na entrada da área, deixou Yago na saudade e arriscou de canhota, rasteirinho. A bola passou raspando a trave esquerda e foi para fora.

Se na segunda metade do primeiro tempo o CSA não passava do meio-campo, a coisa estava pior no 2º tempo, porque o Azulão sequer conseguia deixar a área defensiva. E não deu outra. Aos 14’, Mazinho puxou contra-ataque pelo meio e abriu na esquerda para Salomão. Com confiança, o lateral surpreendeu e soltou um chutaço de perna esquerda, acertando o ângulo de Bruno Grassi. Um golaço: 2x1 Rubrão.

Argel mexeu novamente no CSA e colocou Márcio Araújo no lugar de Yago. O CSA passou a ter uma postura mais ofensiva, mas seguia sem criatividade, não era perigoso. A única chance clara veio aos 20 minutos, quando Netto recebeu na entrada da área, gingou para cima do marcador e finalizou de chapa, buscando o ângulo de Glauco. Mas, bem posicionado, o goleiro voou e fez uma grande defesa.

Argel chegou a colocar Michel Douglas, João Paulo e Diego Renan, nas vagas de Caio Felipe, Netto e Rafinha nos minutos finais. Mesmo com cinco atacantes em campo, o CSA não tinha criação e quase sofreu o terceiro gol na última chance do Oeste, aos 44’. Yuri apareceu dentro da área, arriscou rasteiro, mas Luciano Castán salvou o Azulão.

Ficha técnica
Oeste 2x1 CSA

Campeonato Brasileiro – Série B – 9ª Rodada
Local: Arena Barueri (Barueri-SP)
Árbitro: Paulo Henrique de Melo Salmazio (CBF-MS)
Árbitro Assistente 1: Leandro dos Santos Luberdo (CBF-MS)
Árbitro Assistente 2: Cicero Alessandro de Souza (CBF-MS)
4º Árbitro: Rafael Gomes Felix da Silva (CBF-SP)
Cartões Amarelos: Glauco, Sidimar, Betinho, Luan e Bruno Lopes (Oeste); Paulo Sérgio e Victor Paraíba (CSA)
Expulsões:
Gols: Pedro Júnior (CSA, aos 44’ do 1º tempo); Luan (Oeste, aos 48’ do 1º tempo) e Salomão (Oeste, aos 14’ do 2ºtempo)

EQUIPES

Oeste: Glauco; Éder Sciola, Matheus Dantas, Sidimar e Salomão; Yuri, Betinho e Mazinho (Caetano); Marlon (Bobô), Luan (Tite) e Bruno Lopes (Caio Vinícius).

Técnico: Renan Freitas

CSA: Bruno Grassi; Caio Felipe (Michel Douglas), Alan Costa, Luciano Castán e Rafinha (Diego Renan); Yago (Márcio Araújo), Cedric e Nadson (Victor Paraíba); Pedro Júnior, Netto (João Paulo) e Paulo Sérgio.

Técnico: Argel Fuchs

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.