CINCUM?

  • terça, 05 novembro 2019 00:00
Cuiabá massacra CRB e aplica goleada de 5 a 1 na Arena Pantanal Cuiabá massacra CRB e aplica goleada de 5 a 1 na Arena Pantanal ASCOM Cuiabá

Com direito a vingança de ex-técnico e lei do ex, CRB é goleado pelo Cuiabá e vê G4 como‘miragem

 

Cuiabá aplicou uma goleada impiedosa sobre o CRB: poucas explicações

 

Por Alberto Oliveira

Fotos: ASCOM Cuiabá

 

Foi humilhante. Foi um jogo insano. Foi um placar atipico. Jogando na noite desta terça-feira, 5, na Arena Pantanal, o CRB sofreu uma goleada sem precedentes nesta temporada: 5 a 1 para o Cuiabá.

Em um começo insano, onde o CRB tomou três gols em 16 minutos, a partida teve ‘lei do ex’ quando Paulinho, que atuou no CRB na temporada passada, marcou um golaço de falta e uma ‘vingança’ do técnico Marcelo Chamusca, que encontrou o CRB pela 1ª vez após a sua demissão no mês de outubro

Em um começo de jogo atípico, o CRB tomou um gol aos dois com Jean Patrick, aos cinco com Felipe Marques e aos dezesseis com Paulinho. Aos 32, Edson Cariúis chegou ao primeiro gol do CRB, mas no segundo tempo, Alê cobrando pênalti e Gutierréz definiram o marcador.

Em um levantamento publicado por Walter Luiz está foi a terceira vez que o CRB foi goleado pelo placar d e 5 a 1. Em 2008 caiu de cinco para o Avaí e em 2015 para o Paysandu.

Com a derrota, o CRB estacionou nos 47 pontos, caiu três posições e agora é o nono colocado. Já o Cuiabá é o 10º colocado com a mesma pontuação que o CRB mas perde no número de vitórias:  13 contra 12.

Pensando em acesso, o sonho do G4 passa a ser uma miragem. O CRB tem seis pontos de diferença para o quarto colocado, o Coritiba que soma 53 pontos. Restando apenas cinco rodadas, as chances do CRB passar a ser minimas e margem de erro passa a ser zero, pois a equipe precisará de cinco vitórias nos cinco jogos que lhe restam.

Na 34ª rodada, o CRB receberá o Atlético-GO, no sábado, 9, ás 19h, no Estádio Rei Pelé. Já o Cuiabá estará em campo já na sexta-feira, 8, ás 21h30, no Beto Ribeiro, enfrentando o São Bento.

O Jogo

Galo teve muita difucldade para marcar o Dourado

 

Mal o jogo foi iniciado e o Cuiabá tomou conta das ações. Logo após dar a saída da partida, o CRB chegou ao ataque com Lucas Siqueira mas a defesa do Cuiabá afastou. No lance seguinte, o Cuiabá veio ao ataque e aos dois minutos abriu o placar. Em uma troca de passes rápida e eficiente, Alê trocou figurinhas com Jefinho e a bola rolou para Jean Patrick, que posicionado na entrada da área, ele bateu com categoria, tirando do goleiro Andrey e abrindo o marcador: Cuiabá 1 a 0.

O time mato-grossense seguiu apertando e logo depois Léo foi ao fundo e o cruzamento foi afastado pela defesa do CRB. Mas aos cinco minutos, o Dourado criou uma linda jogada finalizada com uma jogada de efeito. Lucas Braga atacou o espaço pelo lado direito, Felipe Marques se antecipa a marcação de Daniel Borges e de letra meteu nas redes do Galo marcando um golaço.

Com cinco minutos de jogo, o Dourado abriu dois a zero sobre um Galo que não entrou em campo. Com a desvantagem, o CRB saiu para o jogo. Aos sete minutos, Léo Ceará arrisca de fora da área e o goleiro Matheus Nogueira quase toma um frangaço. Dois minutos depois foi a vez de Lucas Siqueira assustar. Dentro da área, ele gira rápido, chuta rasteiro e a bola passou muito próxima do gol do Cuiabá.

O jogo foi desenhado como uma verdadeira tragédia para o CRB. Aos 16 minutos, Paulinho, que defendeu o CRB no ano passado, fez valer a lei do ex, cobrou uma falta com perfeição e de maneira absolutamente surpreendente fazia o terceiro gol do Cuiabá em dezesseis minutos.

Com uma desvantagem em tão pouco tempo, o CRB optou por duas mudanças com 20 minutos de partida. Marcelo Cabo trouxe Edson Cariús e Wesley Dias para o jogo. Um pouco depois, o CRB teve a oportunidade de diminuir o marcador. Em uma cobrança de falta, Elton ergueu a bola na área, Igor Cariús conseguiu um desvio ‘dis costas’ e quase marca o primeiro gol do CRB na partida.

As mudanças, um relaxamento natural do Dourado e a necessidade do Galo em reagir fizeram com que o CRB entrasse no jogo. Mas quase o Cuiabá chega ao quarto gol. Andrey, que praticamente não havia tocado na bola fez duas defesas consecutivas. Alê chutou cruzado e Andrey fez a primeira defesa, no rebote, Felipe Marques cruzou na área e Jefinho cabeceou para nova defesa do goleiro do CRB.

Mas aos 32 minutos, o goleiro Matheus Nogueira falhou de forma bisonha, errou no domínio da bola, Edson Cariús apertou e conseguiu o toque para diminuir o marcador: CRB 1     x 3 Cuiabá.

Em um jogo insano, as chances começaram a surgir novamente, tanto para o CRB diminuir a diferença, como para o Cuiabá ampliar a jogada. Aos 34, Elton cruzou, Léo Ceará cabeceou forte e Matheus Nogueira fez uma grande defesa.

Aos 37 minutos, o Cuiabá respondeu. Jean Patrick chutou forte, a bola explodiu na trave e quase acontece o quarto gol do Cuiabá. No minuto seguinte, Edson Cariús bateu forte, a bola passou por cima do gol do Cuiabá.

Mesmo com algumas outras oportunidades do CRB, o placar do tempo inicial não foi mais alterado.

Zagueiro Ednei, ex-CRB, segurou as pontas, mesmo assim, CRB ainda marcou

 

O segundo tempo começou com o Cuiabá buscando ampliar o marcador. Logo aos sete minutos, Felipe Marques foi ao fundo, cruzou, a bola passou na frente do gol de Andrey, Lucas Braga se posicionou para marcar o quarto, mas Igor Cariús conseguiu afastar.

Oito minutos depois, Jean Patrick alçou uma bola na área e Wellington Carvalho deu um toque com a mão dentro da área. Pênalti. O lance gerou reclamações e havia um jogador do Cuiabá em posição irregular na jogada. O pênalti foi confirmado. Alê bateu com categoria, venceu Andrey e marcou  o quarto do Dourado, desenhando uma goleada na Arena Pantanal: 4 a 1.

Apesar do jogo estar definido, o placar ainda não tinha uma definição.  O desenho que o Dourado desejava para o marcador era ainda pior para o CRB. Poucos minutos após entrar em campo, o uruguaio Gutierréz dominou fora da área, cortou para o corredor central e soltou um canudo: bola bate no chão, na trave e entra. Cuiabá 5 a 1.

Ainda houve um lance plástico de Escudero, que viu Andrey adiantado e bateu do meio campo,

De longe, CRB viu o Cuiabá passear na Arena Pantanal

 

Ficha Técnica

Cuiabá 5  x 1  CRB

Campeonato Brasileiro – Série B – 33ª Rodada

Local: Arena Pantanal (Cuiabá-MT)

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (FIFA-PA)

Árbitro Assistente 1: Cleriston Clay Barreto Rios (CBF-SE)

Árbitro Assistente 2: Bárbara Roberta da Costa Loiola (CBF-PA)

4º Árbitro: Rodrigo da Fonseca Silva (CBF-MT)

Renda: R$ 58985,00 Público: 4.879 torcedores

Cartões Amarelos: Wesley Dias, Wellington Carvalho, Alisson Farias (CRB) Anderson Conceição, Ednei, Djavan (Cuiabá)

Gols: Jean Patrick (Cuiabá) 2’, Felipe Marques (Cuiabá) 5’, Paulinho (Cuiabá) 16, Edson Cariús (CRB) 32’ do 1º tempo; Alê (Pênalti-Cuiabá) 17’ e Gutierréz (Cuiabá) 36’ do 2º tempo

Equipes:

Cuiabá:Matheus Nogueira, Léo, Ednei, Anderson Conceição e Paulinho; Marino (Djavan), Alê, Lucas Braga e Jean Patrick (Escudero); Felipe Marques (Gutiérrez) e Jefinho

Técnico: Marcelo Chamusca

CRB: Andrey, Daniel Borges, Wellington Carvalho, Edson Henrique e Igor Cariús; Claudinei e Lucas Siqueira (Wesley Dias); Willie (Edson Cariús)  Elton (Iago) e Alisson Farias; Léo Ceará

Técnico: Marcelo Cabo

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.