GOSTO SABOROSO

  • sexta, 18 outubro 2019 00:00
Elenco do CRB posou para foto no vestiário: aliviado após a vitória Elenco do CRB posou para foto no vestiário: aliviado após a vitória Divulgação

Após 6 jogos, CRB vence Criciúma fora, se aproxima da permanência e reacende esperança de G4

Por Albero Oliveia

Fotos: Ulisses Job/www.criciuma.com.br

 

 

Com baixo nível técnico, jogo foi equilibrado

 

O CRB quebrou uma dura e destrutiva sequencia sem vitórias. Ao todo foram seis jogos e nos dezoito pontos disputados neste período, o Galo só ganhou quatro. A consequência foi o afastamento da zona de classificação para a Série A do Campeonato Brasileiro.

No entanto, nesta sexta-feira, 18, o CRB quebrou esta infame sequencia, venceu o Cricíúma por 1 a 0, gol marcado por Léo Ceará, se aproximou de assegurar a permanência na Série B e conseguiu voltar a pensar em retomar uma posição dentro do G4.

A vitória não fez o CRB melhorar de posição. Mesmo com os três pontos somados, agora chegando aos 43 pontos, o CRB permaneceu na 8ª posição. Com mais cinco jogos a serem disputados para o fechamento da rodada, em especial os jogos de América-MG e Coritiba, o Galo poderá diminuir a diferença para estas equipes que no começo da rodada era de seis pontos para o Coritiba e quatro pontos para o América.

Pelo menos em relação a um adversário –para o retorno ao G4 – o CRB já diminuiu a diferença. Este adversário é o Botafogo. A equipe paulista tinha quatro pontos de vantagem para o CRB e com o empate contra o Atlético-GO, a diferença caiu para apenas um ponto. Isto é ainda melhor pois o Botafogo é o próximo adversário do CRB no Rei Pelé.

Em relação a América e Coritiba, a situação é mais complicada. O América jogará nester sábado, 19, contra o Oeste em Barueri. Se perder a diferença cairá para apenas um ponto. Mas se o Coelho conseguir vencer volta a deixar a diferença em quatro pontos. Para o Coritiba a vantagem de seis pontos é o que mais incomoda o CRB. Claro que com a vitória, o CRB diminuiu isto para apenas três pontos. O detalhe é que o Coxa tem dois jogos a menos. SE vencer o Vila Nova em Goiânia manterá a distância de seis pontos e se vencer o Cuiabá poderá colocar nove pontos de vantagem. O Coritiba ocupa a quarta posição e é o ‘ponto de corte’ para o G4.

Com 43 pontos, o CRB manteve-se no oitavo lugar. A derrota deixou o Criciúma em uma situação desesperadora. Manteve-se na 18ª posição com apenas 29 pontos.

Na 31ª rodada, o CRB enfrentará o Botafogo (SP), na próxima quinta-feira, 24, ás 19h15, no Estádio Rei Pelé. Já o Criciúma enfrentará o Figueirense, no sábado, 26, ás 16h30, no Estádio Orlando Scarpelli.

O Jogo

Marcação forte e poucos espaços:no confronto Criciúma e CRB

 

Logo aos três minutos de partida, o Criciúma chegou pela 1ª vez. Daniel Costa cobrou o escanteio e no meio da defesa, Léo Gamalho cabeceou. A bola passou a direita do gol de Andrey. Assustou.

Três minutos depois novamente o Tigre chegou. A jogada começou pelo direito ofensivo do Criciúma, Eduardo   dividiu com Alisson Farias, venceu o pé de ferro e cruzou, a defesa do CRB bobeou e novamente Léo Gamalho cabeceou, desta vez Andrey salvou a cabeçada que tinha endereço certo.

A primeira estocada do CRB foi aos 11 minutos. Falta de Sandro em Léo Ceará, a cobrança direta de Alisson Farias foi de média distância, mas no centro do gol, o goleiro Luiz defendeu.

Alisson Farias segue como o jogador mais intenso. Aos 23 minutos serviu Léo Ceará que chutou cruzado e forçou Luiz a fazer uma defesa. Dois minutos depois foi a vez do próprio Alisson Farias arriscar. Em sua jogada característica, ele dominou no corredor esquerdo, puxou para o lado direito e soltou uma pancada. Luiz defendeu com um tapinha.

O jogo seguiu com muitos erros e com poucas oportunidades de gol. Tempo inicial de pouca qualidade técnica e poucos lances de perigo.

 O tempo final começou com as equipes saindo e com a insistência de bolas pelo alto. O primeiro lance de mais perigo surgiu aos treze minutos. Após um rebote, Liel surgiu na frente da defesa e chutou forte a bola passou por cima do travessão.

O jogo seguiu sem grandes oportunidades para ambas equipes. Os times seguiam forçando as jogadas de bolas áreas mas sem eficiência.

Aos 30 minutos, o CRB construiu uma linda jogada. Daniel Borges surgiu pelo corredor direito e cruzou de forma precisa. Sandro não alcançou e Léo Ceará cabeceou com precisão, vencendo Luiz e marcando o gol do CRB: 1 a 0.

Em desvantagem, o Criciúma saiu para o abafa. Mas somente aos 38 minutos o time catarinense assustou. Julimar ajeitou a bola para Vincius que dentro da área chutou rasteiro, a bola cruza toda a extensão da área e passa perto do gol. O time catarinense seguiu pressionando e em pelo menos em mais duas bolas atravessadas na frente da área. No lance mais perigoso, o atacante Vinicius arrancou em velocidade pelo lado, venceu Israel na velocidade, a bola atravessou toda a área, Andrew chegou a tocar a coxa na bola, mas acabou perdendo uma grande oportunidade.

Final de jogo: CRB volta a vencer fora de casa: 1 a 0.

Ficha Técnica

Criciúma 0 x 1 CRB

Campeonato Brasileiro -  Serie B – 30ª Rodada

Local: Estádio Heriberto Hülse (Criciúma-SC)

Árbitro: Pablo Gonçalves Pinheiro (CBF-RN)

Árbitro Assistente 1: Lorival Candido das Flores (CBF-RN)

Árbitro Assistente 2: Vinicius Melo de Lima (CBF-RN)

4º Árbitro: Diego da Costa (CBF-SC)

Renda: R$ 90.380,00 Público: 6.257 torcedores

Cartões Amarelos:  Sandro, Andrew (Criciúma) Andrey, Wellington Carvalho, Léo Ceará(CRB)

Gols: Léo Ceará (CRB) 30’ do 2ºt

Equipes:

Criciúma: Luz, Eduardo(Vinicius), Sandro, Derlan e Marlon; Liel (Reinaldo); Foguinho, Wesley, Daniel Costa e Andrew; Léo Gamalho (Julimar)

Técnico: Roberto Cavalo

CRB: Andrey, Israel, Wellington Carvalho, Edson Henrique e Igor Cariús; Claudinei, Lucas Siqueira e Elton (Daniel Borges); Willie (Iago), Léo Ceará (Wesley Dias) e Alisson Farias

Técnico: Marcelo Cabo

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.