Imprimir a página

RNC 2019

Mesmo com ano superior do CSA, CRB segue como melhor alagoano no RNC Mesmo com ano superior do CSA, CRB segue como melhor alagoano no RNC Ailton Cruz

RNC 2019: CRB segue como melhor alagoano; CSA tem crescimento gigante e ASA cai

 

 

O CRB segue como o melhor time alagoano no Ranking Nacional de Clubes (RNC 2019) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O CRB ocupa a 32ª posição no ranking divulgado hoje com um total de 4.242 pontos. O CSA aparece em segundo ultrapassando o ASA e demonstrando um crescimento considerável. Com excelente classificação na Série B, o time azulino ocupa o 45º lugar no RNC somando 2.850 pontos. Já o ASA caiu para a terceira colocação entre os clubes alagoanos. Ele está classificado na 52ª posição com 2.085 pontos.

Ainda aparecem no RNC 2019 outros três clubes alagoanos: Murici, Coruripe e Santa Rita. O Murici é 77º com 862 pontos. O Coruripe ocupa a posição 115 com 498 pontos e o Santa Rita é o 126º colocado com 455 pontos.

Mesmo mantendo a liderança em Alagoas, o CRB cresceu pouco em 2018. O 12º lugar na Série B e a pontuação ao avançar duas fases da Copa do Brasil fizeram o Galo subir duas posições e somar 251 pontos. No RNC 2018, o CRB subiu seis posições, saltando do 38º para o 32º lugar. O time regatiano está a 85 pontos do Juventude, que ocupa a 31ª colocação e 20 pontos a frente do Fortaleza, que é o 33º colocado.

Já o CSA saltou 14 posições. Este ano, o CSA é 45º colocado e em 2018 era apenas o 59º colocado. No intervalo entre os dois rankings, o CSA subiu 1.329 pontos. Na 45ª posição, o Azulão está a 257 pontos do Guarani (SP) que é o 44º e tem vantagem de 59 pontos para o Botafogo (PB) que está em 45º lugar.

O rebaixamento para a Série D fez o ASA cair cinco posições no RNC 2019, deixando a posição 47 para ocupar a 52. No intervalo, o alvinegro caiu 717 pontos. O time arapiraquense  está a 27 pontos do São Bento, que é o 51º colocado e tem vantagem de 13 pontos sobre o Confiança que é o 53º colocado.

A diferença entre CRB e CSA caiu significativamente em termos de pontos e também em termos de posições. No período correspondente entre 2019/2018, o CSA diminuiu a distância de 23 para 13 posições, ou seja, subiu – em relação ao CRB – dez posições. Em termos de pontos, o time azulino tirou 1.078 pontos, mostrando um viés de crescimento.

É bom lembrar que os critérios de pontuação para o Ranking Nacional de Clubes atende um período de cinco anos e pontuações que recebem fatores de peso que são decrescentes a cada ano deste intervalo de cinco temporadas.

O exemplo do CSA mostra que o vice-campeonato brasileiro da Série B rendeu 320 pontos, que recebem um fator de multiplicação por 5, ficando em  1.600 nesta temporada.  Já o CRB recebeu 248 pontos pelo 12º lugar na Série B, o que significam 1.240 pontos após aplicado o peso de multiplicação 5.

O desempenho de CSA e CRB no ano passado, quando , respectivamente, campeão da Série C e 15º na Série B, perderam o peso 5 e para este ano, foram multiplicados por 4. Sendo assim, o título do CSA deixou de valer 1.000 pontos e passou a valer 800. Já o 15º lugar do Galo que valia 1.180 pontos passa a valer 944 pontos.

O Ranking Nacional de Clubes leva em consideração o desempenho das equipes nos Campeonatos Brasileiros da quatro divisões (A.B, C e D), Copa do Brasil além de bonificações por participações na Libertadores e na Sul-Americana.