Imprimir a página

SEM VENCER

CRB é derrotado pelo Naútico, mas fica na Copa do Nordeste CRB é derrotado pelo Naútico, mas fica na Copa do Nordeste Ailton Cruz - Gazeta de Alagoas

Após cinco empates, CRB sofre primeira derrota na Copa do Nordeste mas fica no G4

 

Foram cinco jogos invictos na Copa do Nordeste. Todos com empate e sem conseguir uma vitória. Nesta quinta-feira, o CRB continuou sem saber o que é uma vitória na Copa do Nordeste, mas em compensação, perdeu a invencibilidade e o primeiro jogo.

Em uma apresentação confusão e com tomadas de decisões equivocadas, o CRB foi derrotado pelo Náutico por 2 a 1 em pleno Estádio Rei Pelé. Em gols marcados cedo, o Náutico abriu 2 a 0. Odilávio Jr abriu o marcador aos seis minutos do tempo inicial e Jorge Jimenéz marcou no minuto inicial na etapa final. O CRB ainda chegou a descontar com Felipe Menezes aos 16 minutos, mas foi somente isso.

A derrota do CRB para o Náutico aconteceu após 13 anos em que o Galo não sabia o que era perder para o Timbu. Neste período foram sete jogos entre os dois sem o CRB ser derrotado.

Com a derrota, o CRB estacionou nos cinco pontos e graças ao empate do Vitória com o Confiança, o CRB permaneceu na zona de classificação na 4ª colocação. Já o Náutico chegou aos 11 pontos, ultrapassou o CSA e entrou no G4 da Copa do Nordeste.

Na próxima rodada, o CRB jogará fora de casa. O time regatiano estará em campo no dia 23, sábado, na Arena Batistão, 18h, contra o Confiança. Já o Náutico, no mesmo dia e no mesmo horário, enfrentará o Altos, no tradicional Estádio dos Aflitos.

O Jogo

Jogadores do Náutico comemoram gol e a vitória sobre o CRB no Rei Pelé - Foto: Ailton Cruz

 

 

A partida entre CRB e Náutico começou de maneira intensa. Com mais posse de bola, o CRB procurava o ataque mas cometia erros de passes no terço final do campo.

Por falar em erro, o primeiro erro surgiu aos seis minutos e veio através do jogador mais regular do time regatiano. Claudinei recebeu um passe na ‘fogueira’, viu o atacante Odilávio roubar a bola, arrancar sem marcação, entrar na área e na frente do goleiro Edson Mardden , chutar rasteiro, com precisão, abrindo o marcador: Náutico 1 a 0.

Três minutos após tomar o gol, o CRB chegou em condições de finalizar. Danilinho entrou na área, deu um corte na marcação, mas demorou a tomar a decisão correta, não chutou, não passou a bola e perdeu uma jogada com boa condição de finalização.

O CRB seguia insistindo e na bola aérea quase chegou. Após o cruzamento do lateral Junior, o meia atacante Willian Barbio subiu sozinho e cabeceou para fora. No lance seguinte, Danilo Pires fez o lance individual e chutou para o gol. Edson Mardden defendeu.

O CRB conseguiu encaixar um novo lance ofensivo aos 38 minutos. Tudo começou com Guilherme Mattis antecipando a marcação, roubou a bola e acionou o ataque com Willian Barbio, na entrada da área, Barbio tentou o chute direto. A bola passou alta, por cima da meta de Bruno.

O Náutico deu a resposta aos 40 minutos quando Jorge Jimenéz chutou de fora forçando o goleiro Edson Mardden espalmou.

Os minutos finais foram intensos. Hugo Sanches quase consegue marcar aos 44 minutos, no lance seguinte o Náutico assustou e em seguida foi a vez do CRB chegando mas faltando a qualidade no passe final.

Mal começou o segundo tempo e o CRB partiu com tudo e logo após Willian Barbio cruzou, mas ninguém chegou para desviar no meio da defesa. Na saída de bola, o Náutico avançou e na entrada de área, Jorge Jimenéz cortou para dentro, chutou em diagonal, a bola era defensável, mas antes da chegada de Mardden, a bola quicou, enganou, o goleiro do CRB e morreu no fundo das redes: Náutico 2 a 0.

O Timbu ainda assustou aos nove minutos.  Luiz Henrique cobrou uma falta com força e precisão. A bola passou perto da meta defendida por Edson Mardden, que apenas olhou e torceu para a bola ir por fora.

Aos 16 minutos, Danilo Bala fez a jogada individual, pisou na área, driblou e chutou cruzado, Bruno fez a defesa parcial mas no rebote, Felipe Menezes tocou na bola para dentro do gol, Josa tentou afastar, mas não conseguiu; CRB 1 x 2.

No primeiro lance em campo, o meia Polaco quase marca o gol de empate, mas a bola acabou desviando na defesa e indo para escanteio. Aos 37 minutos, Igor deu o passe e Danilo Bala pegou de primeira, dentro da grande área, colocando para fora.

Ficha Técnica

CRB 1 x 2 Náutico

Copa do Nordeste – Fase de Classificação – 6ª Rodada

Local: Estádio Rei Pelé (Maceió-AL)

Árbitro: Pablo Ramon Goncalves (CBF-RN)

Árbitro Assistente 1: Lorival Candido das Flores (CBF-RN)

Árbitro Assistente 2: Francisco de Assis de Hora (CBF-RN)

4º Árbitro: José Reinaldo Figueiredo (CBF-AL)

Renda: R$ 46.111,00 Público: 4.378 torcedores (com 3.244 pagantes)

Cartões Amarelos: Camutanga, Jorge Jimenéz (Náutico) Igor , Hugo Sances, Junior, Felipe Menezes(CRB)

Gols: Odilávio (Náutico) 6’ do 1º tempo; Jorge Jimenéz (Náutico) 1’ , Felipe Menezes (CRB) 16’ do 2º tempo

Equipes:

CRB: Edson Mardden, Junior( Polaco), Guilherme Mattis, Edson Henrique e Igor; Claudinei e Ferrugem; Danilinho (Mailson), Felipe Menezes e Hugo Sanches(Danilo Bala); Willian Barbio

Técnico: Roberto Fernandes

Náutico: Bruno, Hereda, Camutanga, Suéliton e Josa; Jorge Jimenéz e Luiz Henrique; Robinho, Danilo Pires (Fábio Matos) e Thiago( Assis); Odilávio Jr (Jorge Henrique)

Técnico: Márcio Goiano