Imprimir a página

QUE COISA

Gol de Rafael Vaz que garantiu a classificação do Vasco aos 47 minutos Gol de Rafael Vaz que garantiu a classificação do Vasco aos 47 minutos Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Nos acréscimos, CRB leva um gol de zagueiro improvisado como atacante e Vasco empata

 

 

Andrezinho tenta vencer a marcação de Galdezani - Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.b

 

Foi uma ducha de água gelada gigantesca. Após uma atuação quase perfeita, uma estratégia tática bem definida e bem executada pelo CRB em São Januário, o CRB vencia a partida até os 47 minutos do 2º tempo, quando Rafael Vaz, um zagueiro improvisado como atacante, definiu o jogo e a classificação do Vasco. O empate em 1 a 1 com o Vasco, leva o time da cruz de malta para a 3ª fase da Copa do Brasil e elimina o CRB da competição.

Desde o inicio do jogo, o CRB foi melhor na partida e aos 29 minutos foi premiado com um golaço marcado por Diego em bela cobrança de falta. Em alguns outros lances da partida, o CRB quase marcou. O time do regatiano foi castigado aos 47 minutos do 2º tempo. Após um erro de Rivaldo na saída de bola, o Vasco recuperou a jogada, Eder Luits cruzou e caprichosamente, Rafael Vaz , o zagueiro, desviou para o gol e empatou a partida.

 

O jogo

 

Defensivamente, o CRB fez grande partida e foi 'castigado' com gol no final - Paulo Fernandes/Vasco.com.b

Como era esperado, o Vasco da Gama tomou as ações da partida. Mas o CRB não se intimidou e também saiu para o jogo. O primeiro lance do jogo foi favorável ao CRB. Eram oito minutos, Neto Baiano recebeu passe em diagonal, chutou rasteiro, a esquerda do goleiro Martin Silva, mas assustando o torcedor do Vasco.

O “Gigante da Colina” não conseguia chegar e o CRB seguia discutindo a partida. Aos 18 minutos foi a vez de Gérson Magrão experimentar de fora da área, Martin Silva espalmou para escanteio.

Aos 25 minutos, o Vasco fez uma bela jogada. Nenê dominou na entrada da área, rolou para o lado, Bruno Ferreira cruzou rasteiro e no meio da área, Yago Pikachu quase marca. Quatro minutos depois, Neto Baiano sofreu falta e na cobrança, Diego com imensa categoria marcou um golaço de falta, vencendo o goleiro Martin Silva e fazendo CRB 1 a 0.

Melhor em campo, o CRB quase chegou ao segundo gol. Contra-ataque com Diego, Gerson Magrão virou o jogo, Luidy dominou, cortou o lateral Júlio César, tentou driblar o goleiro, mas Martin Silva deu um tapinha e salvou.

O segundo tempo foi iniciado com o Vasco mais fogoso. O time carioca trouxe Eder Luis para o segundo e ele chutou a primeira bola que assustou o CRB no primeiro minuto do tempo final.

No segundo tempo, o Vasco partiu para a pressão. O time adiantou a marcação, passou a usar a velocidade de Eder Luis, mas o CRB continuava se segurando bem.  Tomando as ações da partida, o Vasco pressionava, mas deixava espaços e o CRB não conseguia definir a última bola para ampliar o marcado e praticamente matar o confronto.

O Vasco seguiu pressionando, Jorginho tentou de tudo para buscar a classificação. O jogo seguiu aberto e somente aos 47 minutos, Eder Luis fez grande jogada, cruzou e Rafael Vaz  entrou no meio da defesa, Audálio não conseguiu cortar e o zagueiro do Vasco finalizou como se fosse um atacante e marcou o gol de empate do Vasco, garantindo a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil.

Ficha Técnica

Vasco da Gama 1 x 1 CRB

Copa do Brasil – 2ª Fase – Jogo de Volta

Local: Estádio de São Januário (Rio de Janeiro)

Árbitro: Francisco de Paula dos Santos Silva Neto – RS – (CBF1)

Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi – RS – (CBF 1) e Lucio Beiersdorf Flor – RS (CBF1)

4º Árbitro: João Ennio Sobral – RJ  - (CBF2)

Renda: R$ 57.330,00  Público: 2.614 torcedores (com 2.415 pagantes)

Cartões Amarelos: Olívio, Matheus Galdezani, Juliano (CRB) Andrezinho (Vasco)

Expulsões:

Gols: Diego (CRB) 29’ do 1º tempo e Rafael Vaz (Vasco) 47’ do 2º tempo

Equipes:

Vasco da Gama: Martins Silva, Bruno Ferreira (Eder Luis), Luan, Rodrigo e Júlio César; Marcelo Mattos(Evander), Yago Pikachyu, Andrezinho e Nenê; Thalles(Rafael Vaz) e Jorge Henrique

Técnico: Jorginho

CRB: Juliano, Bocão, Audálio, Diego Jussani e Diego; Olívio, Matheus Galdezani(Wigor), Rivaldo e Gerson Magrão; Luidy (Rodolfo) e Neto Baiano

Técnico: Mazola Júnior