SEGUROU

  • quarta, 27 maio 2015 00:00
Palmeiras e ASA empataram sem gols na Arena Alianz Parque pelo jogo de ida da Copa do Brasil Palmeiras e ASA empataram sem gols na Arena Alianz Parque pelo jogo de ida da Copa do Brasil Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

ASA segura empate com Palmeiras e sonha com avanço histórico na Copa do Brasil

 

 

Marcos Antonio segurou Valdivia e ajudou time alvinegro a segurar empate sem gols - Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

 

E o ASA mais uma vez mostrou ser gigante. Em uma partida sofrível no aspecto técnico, o ASA mostrou eficiência tático e conseguiu segurar o Palmeiras, em plena Alianz Parque, em um empate sem gols.

 

O resultado obtido em São Paulo faz o ASA sonhar com um avanço histórico – e, inédito, para a 4ª fase da Copa do Brasil e pela 2ª vez, eliminando o Palmeiras.

 

Durante praticamente toda a partida, o ASA foi pressionado por um grande volume de jogo do Palmeiras, mas sem objetividade ou grande oportunidades. Na reta final da partida, o Palmeiras até criou chances, mas parou em boas defesas do goleiro Pedro Henrique. Já o ASA assustou nos dois últimos lances. Primeiro em um balaço de longa distância do meia Marcos Antonio, que Fernando Prass teve que se virar para defender e ainda teve uma finalização da entrada da área feita pelo lateral Gabriel, que bateu com estilo e Prass novamente defendeu.

 

A partida de volta entre as duas equipes acontecerá em Arapiraca, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, no mês de julho. O ASA joga por uma vitória simples para avançar de forma inédita para a 4ª fase da Copa do Brasil. Empate sem gols forçará a disputa da vaga para a cobrança de pênaltis. A classificação do Palmeira acontecerá em caso de vitória por qualquer placar ou com um empate com gols.

 

Neste final de semana, ASA e Palmeiras voltam as suas realidades. O alvinegro gigante entra em campo no próximo sábado, em Arapiraca,pela 3ª rodada da Série C, contra o América(RN). Já o Palmeiras no domingo fará o derby paulista contra o Corinthians no Itaquerão.

 

O Jogo

 

Defesa do ASA mostrou eficiência e segurou o milionário time do Palmeiras - Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

 

Desde o início da partida, o Palmeiras tomou a iniciativa do jogo, propondo a partida. Mas intranquilo e mostrando pouca qualidade, o time paulista parava no sistema defensivo montado pelo técnico Vica.

 

Duas chances seguidas aos doze e aos treze minutos foram as principais oportunidades do Palmeiras. A primeira foi com Cristaldo e a segunda com Alan Patrick. Valdivia não conseguiu atuar mostrando um bom futebol e apresentou apenas lampejos de um grande futebol.

 

No segundo tempo, o Palmeiras seguiu pressionando e colocou estrelas como Zé Roberto e Cleiton Xavier. Mas os mesmos não conseguiram reverter a situação em campo. O ASA ainda conseguiu encontrar espaços para encaixar contra-ataques.

 

Com qualidades em alguns lances, o  Palmeiras ainda quase chega ao gol Zé Roberto, Leandro Pereira e Kelvin tiveram claras oportunidades de marcar, mas pararam no goleiro Pedro Henrique. 

 

Já na reta final, o ASA quase causa ainda mais confusão no ambiente palmeirense. Marcos Antonio arriscou de longe e o goleiro Fernando Prass fez uma defesa complicada pela trajetória da bola. Em seguida foi a vez do lateral Gabriel experimentar o goleiro palmeirense, que fez uma nova intervenção.

 

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.