PELO ALTO

  • quarta, 05 agosto 2020 00:00
Igor Carius é abraçado pelos jogadores após o gol marcado Igor Carius é abraçado pelos jogadores após o gol marcado Ailton Cruz - Gazeta de Alagoas

Com gol de Igor Carius, CRB vence CSA e conquista o título alagoano

 Por Alberto Oliveira

 

O CRB é campeão alagoano. A conquista veio após uma vitória dramática por 1 a 0. O gol da vitória foi marcado por Igor Carius ainda no primeiro tempo da partida.

A decisão do título foi cercada de emoção. Chances de gols desperdiçadas, defesas de goleiros, catimba, confusão e muita intensidade. O gol do CRB foi muito semelhante ao gol tomado o clássico que deu a vitória ao CSA no jogo anterior.

Com a conquista, o CRB chegou ao título de nº 31, diminuindo a diferença que o CSA possui para oito títulos.

Após a conquista, o CRB foca a sequência da temporada com o desejo de buscar um avanço na Copa do Brasil e um desejo de acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro.

 O jogo

De maneira surpreendente a partida começou com muita intensidade e com jogadas em velocidade. A característica das duas equipes estava clara, com o CSA tentando a posse e propondo o jogo e o CRB optando por jogadas em ligação direta.

Com oito minutos, o CSA impôs velocidade, acelerou o jogo, mas acabou perdendo a bola para retomar depois. Após um cruzamento pelo lado esquerdo, a bola não foi cortada pela defensiva regatiana e Michel Douglas, chegou a tocar na bola, sem dar chance de defesa para Victor Souza.

O CRB chegou assustando aos 27 minutos. Após um lateral cobrado na grande área, Léo Gamalho fez a casquinha, a defesa do time azulino não conseguiu o corte e Diego Torres chutou com muito efeito para uma linda defesa do Thiago Rodrigues.

Após o susto, o CSA voltou a incomodar e em dois minutos construiu duas oportunidades. Em uma transição, Rodrigo Pimpão fez o chute cruzado na área e Rafael Bilu e se jogou para tentar o desvio.  Dois minutos depois, Gum fez falta em Michel Douglas. Na cobrança, Bilu cobrou com muita qualidade e forçou Victor Souza a fazer uma linda defesa. Léo Gamalho deu o ar da graça aos 38 minutos em uma pancada de fora da área, defendida com dificuldade por Thiago Rodrigues.

Já nos minutos finais do 1º tempo, a rede balançou. Escanteio para o CRB, Diego Torres cobrou, a bola girou até o segundo pau, Léo Gamalho cabeceou para o meio da área e surgiu Igor Carius para cabecear com força e abrir o marcador. CRB 1 a 0.

No retorno do segundo tempo, o CSA voltou com duas alterações em busca de reagir na partida. Com Nadson e Allano em campo e precisando buscar o resultado, o CSA buscou pressionar e iniciou as tentativas com jogadas de bola parada.

Após tentar construir algumas jogadas, o CSA teve a grande oportunidade no segundo tempo aos 15 minutos, com Michel Douglas batendo para fora.

O jogo seguiu com o CSA pressionando e o CRB se defendendo. Já nos minutos finis, o CRB quase marca com Felipe Menezes e na resposta, o CSA teve uma excelente oportunidade com Alecsandro que cabeceou para uma grande defesa do goleiro Victor Souza.

O final de jogo teve muita catimba, discussões, acréscimos e muita bola área. No último lance do jogo, o CSA chegou com uma bola aérea, Thiago Rodrigues chegou a cabecear para o fundo das redes mas estava em posição irregular. Não havia tempo para mais nada. O CRB se consagrava coo campeão alagoano de 2020.

 

Ficha Técnica

CSA 0 x 1 CRB

Campeonato Alagoano – Final

Local: Estádio Rei Pelé (Maceió-AL)

Árbitro: Denis Ribeiro Serafim (CBF-AL)

Árbitro Assistente 1: Pedro Jorge Santos (CBF-AL)

Árbitro Assistente 2: Maxwell Rocha Silva (CBF-AL)

4º Árbitro: Jonata de Souza Gouveia (CBF-AL)

Cartões Amarelos: Gum, Lucas Mendes,  Igor Carius, Marcelo Cabo (CRB) Renatinho, Allano, Alecsandro, Thiago Rodrigues (CSA)

Gols: Igor Carius (CRB) 45’ do 1º tempo

Equipes:

CSA: Thiago Rodrigues, Norberto (Diego Renan), Alan Costa, Luciano Castán e Igor Fernandes ; Márcio Araújo e Yago; Rodrigo Pimpão, Andrigo (Nadson) e Rafael Bilu (Allano); Michel Douglas

Técnico: Eduardo Baptista

CRB: Victor Souza, Lucas Mendes, Gum, Ewerton Páscoa e Igor Carius; Claudinei e Carlos Jatobá (Washington); Magno Cruz (Bill), Diego Torres (Felipe Menezes) e Erik (Xandão); Léo Gamalho (Thiaguinho)

Técnico: Marcelo Cabo

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.