PÉS NO CHÃO

  • quarta, 29 julho 2020 00:00
Técnico regatiano Marcelo Cabo ressaltou necessidade de evolução do CRB Técnico regatiano Marcelo Cabo ressaltou necessidade de evolução do CRB Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

Marcelo Cabo valoriza atuação do CRB, mas ressalta necessidade de evolução da equipe

 

Por Isaac Simões
Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas 

A vitória tranquila do CRB por 3 a 0 sobre o Coruripe, nesta quarta-feira (29) deixou o torcedor regatiano confiante para a sequência da temporada. O Galo  passou fácil pelo Hulk, no Rei Pelé, carimbou sua classificação às semifinais e assumiu a liderança do Alagoano. No entanto, após a partida, o técnico Marcelo Cabo fez questão de enfatizar que o trabalho está apenas no começo.

“É bom ressaltar que apesar da vitória, a gente tem que ter tranquilidade e ideia que o time está muito aquém daquele CRB que a gente pretende ter para a sequência da temporada. A gente quando perde não pode achar que está tudo errado, que não está no caminho certo. Mas quando tem uma vitória importante como a de hoje, que o time venceu e convenceu, a gente também não pode achar que está tudo certo. Tem que ter a humildade e tranquilidade para continuar trabalhando, evoluindo, porque a gente sabe que vai demandar um pouco de tempo para a equipe atingir a maturidade necessária. Mas, hoje saio daqui muito satisfeito, com a vitória expressiva, a classificação e a liderança”, afirmou.

A fala do treinador regatiano segue a mesma linha de raciocínio com “pés no chão” utilizada por ele na semana passada, após a derrota e eliminação da Copa do Nordeste para o Ceará, quando ressaltou coisas positivas do desempenho alvirrubro no Barradão.

Com um clássico pela frente, diante do CSA, na próxima sexta-feira (31), o comandante do Galo sabe que precisa “controlar os ânimos”, mas também dar tranquilidade ao seu grupo. Algo segundo ele, conquistado com a vitória contra o Hulk, adversário valorizado por ele.

“A gente sabia que ia encontrar muita dificuldade. O Coruripe veio repaginado. Com muita vontade de buscar a classificação. Óbvio que eles iam jogar todas as fichas nessa partida. Mas tivemos o controle o tempo todo da partida, criamos algumas situações que culminaram em gols, outras que foram situações de gols. Eu gostei muito da evolução da nossa equipe. Foi uma vitória segura, controlada, algo importante para nos dar tranquilidade dentro da competição”, disse.

Da volta aos treinamentos do Coruripe até o confronto com o Galo foram somente nove dias de intervalo, o que impediu o Hulk de ser um adversário mais perigoso no duelo, levando perigo ao gol regatiano somente no chute de Palhinha, aos 28’ do primeiro tempo.

Na defesa, o Alviverde sofreu com a posse de bola do CRB e, principalmente, com as boas tramas arquitetadas por Lucas Mendes, Diego Torres e Magno Cruz, quase sempre pelo lado direito. Os três gols do Galo chamam a atenção pelas ótimas trocas de passes e agradou Marcelo Cabo.

"Esse é o trabalho que a gente gosta. Uma equipe ofensiva, que tem que gostar da bola. Quando perde, tem que recuperar rápido a bola. Fiquei muito satisfeito que os gols vieram de jogadas trabalhadas no dia a dia", concluiu.

 

 

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.