TOMOU A VIRADA

  • domingo, 09 junho 2019 00:00
CSA sofre virada e acaba derrotado no Rei Pelé pelo Botafogo CSA sofre virada e acaba derrotado no Rei Pelé pelo Botafogo Ailton Cruz - Gazeta de Alagoas

Após sair na frente, CSA cede a virada para o Botafogo e permanece no Z4

 

 

O CSA sofreu uma virada nos minutos finais do confronto contra o Botafogo. Após sair na frente, o time azulino tomou dois gols em situações de bolas paradas nos 15 minutos finais da partida.

Carlinhos abriu o marcador aos 16 minutos da etapa final. Em 15 minutos, o Botafogo construiu a virada. Aos 36 minutos, Cícero empatou e já aos 48, Alex Santana assegurou a virada para o time da Estrela Solitária.

Quando vencia a partida, o CSA chegou a desperdiçar oportunidades para ampliar o marcador e foi castigado com um crescimento do time do Botafogo.

Com a derrota, o CSA estacionou nos seis pontos, caiu duas posições, manteve-se na zona de rebaixamento e ficou na 19ª posição. Já o Botafogo chegou aos 15 pontos, subiu três posições e entrou no G4, ocupando a 4ª colocada.

A 9ª rodada será a última do Brasileiro antes do início da Série A. O CSA jogará com o Flamengo, no dia 12, 21h30, no Mané Garrincha. Já o Botafogo receberá o Grêmio ás 19h15, no Engenhão.

 

O Jogo

Logo aos seis minutos, o Botafogo montou uma blitz assustadora. Diego Souza entrou pelo lado direito da defesa e tocou por cima do goleiro Jordi, a bola explodiu no travessão. Na sequencia do lance, finalização de Luiz Fernando, Jordi soltou e Diego Souza chegou para empurrar para o gol e desta vez Jordi foi arrojado e fez uma importante defesa.

Somente aos 17 minutos, o CSA chegou pela primeira vez. O time azulino começou a jogada ainda na sua área, Luciano Castán e Gerson trocaram passes, o Botafogo apertou a marcação e Gérson fez a ligação direta procurando Cassiano. O atacante azulino protegeu e ganhou da defesa botafoguense para adiantar um pouco e finalizar cruzado, passando a direita de Diego Cavalieri.

Cinco minutos depois, novamente o CSA assustou, agora com uma bola parada. Matheus Sávio cobrou uma falta direta, Diego Cavalieri deu o rebote, mas a arbitragem marcou impedimento de Luciano Castán e parou o jogo.

Aos 27 minutos, novamente, o Botafogo assustou após uma chegada forte na troca de bola, Alex Santana surgiu como homem surpresa e bateu de frente para o gol azulino, a bola sai perto do lado esquerdo. Na sequência, o CSA quase marca. Jonatan Gómez arriscou de média distância e forçou Diego Cavalieri a fazer uma linda defesa.

O CSA ainda pressionou em um escanteio e na sobra da defesa do Fogão, Carlinhos na frente da área, isolou.

O CSA teve mais duas situações ofensivas de muito perigo. Aos 32 minutos, Gérson cabeceou e assustou o goleiro Diego Cavalieri. Aos 42 minutos foi a vez de Matheus Sávio. Com muita categoria, o camisa 10 do CSA deu um tapa na bola, tirando do goleiro, mas Diego Cavalierri deu um tapinha e fez uma grande defesa.

Aos 16 minutos, o CSA chegou ao gol. Jonatas Gómez fez uma linda assistência, trocando de corredor, Carlinhos entrou em diagonal, fazendo o facão nas costas de defesa do Botafogo e cabeceou sem dar chance de defesa para Diego Cavalieri. CSA 1 a 0.

A resposta do Botafogo veio aos 27 minutos. Após um cruzamento, Diego Souza cabeceou e Jordi defendeu de maneira espetacular. Aos 30 minutos, Luciano Castán cometeu uma falta em Cícero na frente da defesa. Falta muito perigosa. Na cobrança, a bola foi isolada, passando distante do gol defendido por Jordi.

O Botafogo seguia pressionando e em um contra-ataque forte, a bola foi alçada na área, Diego Souza fez o pivô e Cícero chegou batendo para o gol e empatando a partida.

O Fogão seguiu pressionando e já aos 48 minutos, o escanteio foi cobrado por Rodrigo Pimpão, a bola foi tocada pelo lateral Fernando e no rebote, Alex Santana empurrou para o gol: Botafogo 2 a 1.

 

 

 

Ficha Técnica

CSA 1 x 2 Botafogo

Campeonato Brasileiro – Série A – 8ª Rodada

Local: Estádio Rei Pelé (Maceió-AL)

Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (CBF-RS)

Árbitro Assistente 1: Lucio Biersdorf Flor (CBF-RS)

Árbitro Assistente 2: Leirson Peng Martins (CBF-RS)

4º Árbitro: Rafael Carlos Salgueiro (CBF-AL)

Árbitro de Vídeo:  Leandro Pedro Vuaden (CBF-RS)

Árbitro Assistente de Vídeo 1: Jonathan Benkenstein Pinheiro (CBF-RS)

Árbitro Assistente de Vídeo 2: José Eduardo Calza (CBF-RS)

Supervisor de Arbitragem: Manoel Serapião Filho

Renda: R$ 213.537,00 Público: 11.602 torcedores (com 10.189

Cartões Amarelos: Naldo , Luciano Castán(CSA)  Rodrigo Pimpão (Botafogo)

Gols: Carlinhos(CSA) 16’ e Cícero (Botafogo) 37’, Alex Santana (Botafogo) 48’ do 2º tempo

Equipes:

CSA: Jordi,Apodi, Gérson, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo e Jonatan Gómez(Robinho); Matheus Sávio (Dawhan), Didira e Maranhão(Madson); Cassiano

Técnico: Marcelo Cabo

Botaofogo: Diego Cavalieri, Fernando, Gabriel, Joel Carli, e Gilson; Alex Santana e Cícero; Luiz Fernando(Rodrigo Pimpão), João Paulo(Lucas Campos), Erik(Rickson); Diego Souza

Técnico: Eduardo

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.