MANDOU BEM

  • terça, 09 outubro 2018 00:00
Chicão sentou no banco dos réus e com depoimento contundente fez auditor suspender julgamento Chicão sentou no banco dos réus e com depoimento contundente fez auditor suspender julgamento Daniela Lameira / Site STJD

Chicão surpreende em depoimento e STJD suspende julgamento da Operação Cartola

 

 

A terceira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) suspendeu o julgamento de de pessoas denunciadas no esquema de corrupção e manipulação de resultados no futebol da Paraíba. 

Entre os envolvidos, vinte pessoas foram denunciadas - apenas o árbitro alagoano Francisco Carlos do Nascimento (Chicão) se fez presente ao julgamento para esclarecer pontos e responder perguntas  dos auditores.

Apos finalizar a fase de instrução do prcesso, o Presidente em exercício, Auditor Otacílio Araújo debateu com os auditores sobre dúvidas existentes no processo. O Auditor Vanderson Maçullo pediu vista por dúvida de competência. O julgamento dos dois processos foi então suspenso e retornará em nova data a ser agendada.

SEGURO

A sua defesa foi enfática. Chicão exibiu áudios, mostrou provas e chegou a exibir cópia do depoimento de Danilo, massagista da Federação Paraibana de Futebol , que teria intermediado a conversa usada para incriminar o árbitro alagoano.

Durante o seu depoimento, Chicão mostrou-se seguro nas afirmações, mas também emocionou-se e chegou a chorar diante dos auditores. “Saí da minha cidade pobre, levei minha mãe e irmã e não tínhamos onde morar. Hoje tenho minha casinha, fui árbitro FIFA e tudo que tenho conquistei com a arbitragem de forma correta.... Foram 35 dias sem dormir. Vim hoje (ontem)  para tirar qualquer tipo de dúvida. Tenho certeza que a justiça será feita’, disse o árbitro alagoano, Francisco Carlos do Nascimento.

 

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.